Violão Elétrico Seizi Neo Shogun Cutaway Solid Top Mirai Mahogany Satin

Código: 15723 Marca:
Ops! Esse produto encontra-se indisponível.
Deixe seu e-mail que avisaremos quando chegar.

A linha SHOGUN, com seus modelos em formato JUMBO, é uma homenagem aos grandes generais militares do Japão, que durante o período feudal do país, eram os verdadeiros dirigentes do governo. Essa versão Neo traz também o conforto do armrest, um descanso para o braço posicionado na parte superior do corpo do violão.

 

Mas a grande novidade é que essa versão traz junto a palavra MIRAI, que em japonês significa futuro, sendo que esse violão é a mais pura representação dessa palavra. São os nossos Top de Linha, equipados com o revolucionário sistema de captação de mesmo nome, que proporciona a utilização de efeitos como Reverb, Delay e Chorus mesmo com o violão desplugado. Bem-vindo ao futuro!!

 

Especificações:

 

- Madeira do Corpo: Mogno Selecionado

- Madeira do Braço: Okume

- Tampo: Mogno Sólido Selecionado

- Cor do Tampo: Mahogany

- Acabamento: Satin

- Nut e Rastilho: Bone (Osso)

- Encordoamento: Aço

- Escala: Purple Heart

- Trastes: 20

- Marcação: Dot

- Tarraxas: Cromadas Die Cast

- Equalizador: Seizi MIRAI com efeitos e afinador*

- Acompanha Bag Deluxe

 

* A versão do sistema Mirai com afinador foi introduzida a partir de fevereiro/22; os lotes vendidos antes disso estão equipados com a versão tradicional do sistema sem afinador

 

OBS: em razão do constante processo de aprimoramento de design, qualidade e performance dos produtos e instrumentos e para sempre poder fazer uso dos melhores componentes e materiais, a Seizi Guitars reserva-se o direito de alterar as especificações sem aviso prévio.

Produtos relacionados

Sobre a loja

Compre online em até 12x no cartão de crédito ou 10% Off à vista no boleto ou PIX, encontre as melhores ofertas em instrumentos musicais e áudio profissional.

Social
Pague com
  • proxy-paghiper-v1
Selos

TMA COMERCIO DIGITAL - CNPJ: 12.624.423/0001-61 © Todos os direitos reservados. 2024